Neste final de semana, dias 9 e 10 de junho, aconteceu a 15ª edição do Festival de Música Gospel de Ilha Solteira. O evento foi realizado na Praça da Integração e atraiu bastante público, mesmo com o frio registrado nestes dias.

O Festival de Música Gospel de Ilha Solteira, neste ano, foi formado por uma mostra de canções gospel e dois shows especiais. Participaram da Mostra 12 músicas, sendo que sete foram apresentadas na sexta-feira, 9, e cinco se apresentaram no sábado, 10. As canções foram selecionadas pela Comissão Organizadora, e contaram com artistas de Ilha Solteira, Pereira Barreto, Birigui, Taubaté, Andradina e São José do Rio Preto.

Na sexta-feira, 09, o evento foi encerrado com um grande show da banda Oficina G3, que atraiu uma multidão à Praça da Integração. No sábado, 10, encerrou o evento, com a cantora Nivea Soares.

Divisão de Comunicação

Para chamar atenção da sociedade sobre a importância da segurança no trânsito, foi lançado o Movimento Maio Amarelo, que foi proposto pela ONU – Organização das Nações Unidas e pelos países participantes da Década de Ações para a Segurança no Trânsito – 2011-2020.  No Brasil, os Governo Federal e Estadual estão juntos nessa campanha e Ilha Solteira não poderia ficar de fora. O Setor Municipal de Trânsito em parceria com a 289º CIRETRAN (Detran/SP), realizaram durante todo mês atividades educativas em vários pontos da cidade.
 
Com faixas, cartazes, adesivos e uma “Foca” inflável (cedida pelo DETRAN/SP) e equipe composta por cerca de vinte funcionários da Secretaria Municipal de Segurança, Trânsito, Transporte e Defesa Civil, identificada com camisetas amarelas com a logomarca do movimento, realizaram as ações educativas em diversos locais. Além disso, no dia 25, participaram do Seminário de Redução de Acidentes, que se realizou na Faculdade de Medicina – UNESP, na cidade de Botucatu-SP, a GM Juliana Lacerda Ferreira, responsável pelo Setor de Trânsito, e o Sr. Evandro Souza dos Santos, responsável pelo Setor de Sinalização. Na primeira palestra o Sr. Rodrigo Luiz Fumis, Secretário Adjunto, apresentou o “Programa de Redução de Acidentes de Botucatu”, bem como os resultados obtidos. Já o Dr. Dirceu Rodrigues Alves Junior, Médico da ABRAMET – Associação Brasileira de Medicina do Tráfego, falou sobre “Velocidade e Tecnologias”, enfatizando os fatores de risco nas vias públicas.

 

Vale ressaltar que o Movimento Maio Amarelo obteve grande sucesso em participação popular e nas redes sociais com a divulgação das fotos usando as hastags: #MaioAmarelo, #MinhaEscolhaFazADiferança e #FocaNoTransito. Esta última, refere-se a Campanha do DETRAN/SP que utilizou o animal “foca”, para chamar a atenção, principalmente dos motoristas, já que a imprudência é responsável por 94% dos acidentes de trânsito.

 

Informações enviadas pela Secretaria Municipal de Segurança, Transito, Transporte e Defesa Civil.

 
 
 
 

O filme “Onde Vivem os Monstros” será exibido gratuitamente na próxima semana no Cine Paiaguás. Serão duas sessões, sempre às quartas-feiras, nos dias 7 e 14 de junho, a partir das 20 horas, com classificação livre. Trata-se de mais uma atração do Ponto MIS, uma parceria entre o Departamento Municipal de Cultura, a Fundação Cultural de Ilha Solteira e o Museu da Imagem e do Som (MIS).

Onde Vivem os Monstros” é um filme de Spike Jonze baseado na renomada obra do escritor Maurice Sendak. O diretor levou para as telas um dos mais adorados livros infanto-juvenis de todos os tempos, uma história clássica sobre a infância e até onde temos de ir para entender o mundo em que vivemos. No filme, Max é um garoto que está fantasiado de lobo, provocando malcriações com sua mãe por ciúme de um amigo dela. Como castigo, ele é mandado para o quarto sem janta e resolve fugir da casa, usando a imaginação para criar uma misteriosa ilha. Lá, ele encontra vários monstros e diz que possui superpoderes, o que o faz ser nomeado rei do grupo. Responsável por evitar que a tristeza tome conta do lugar, ele passa a criar uma série de jogos para mantê-los em constante diversão. No elenco, Max Records, Catherine Ohara e Forest Whitaker.

 Sobre o programa – O programa Ponto MIS é realizado em parceria com o Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS). Seu objetivo é levar sessões de cinema gratuitas, promovendo o acesso ao cinema e formação de público, com programa com filmes, além de bate-papo com os diretores dos filmes e oficinas realizadas pelo Núcleo Educativo do museu. As sessões gratuitas de cinema acontecem toda quarta-feira, no Cine Paiaguás, e as oficinas são oferecidas bimestralmente, na Biblioteca Municipal Assis Chateaubriand.

 

Departamento Municipal de Cultura – Ilha Solteira

(18) 3743-6022

Audiência pública sobre metas fiscais do 1° quadrimestre de 2017, que será realizada no dia 29/05/2017 (segunda-feira) às  10h30min na Câmara Municipal de Ilha Solteira